Acontece > Notícias


Instituto Sicoob promove Encontro Cooperjovem no Pará, Paraná e Rio de Janeiro

13 de Novembro de 2017
Instituto Sicoob

Sob o tema “Novos olhares reconstroem o conhecimento”, o Encontro Cooperjovem 2017, desenvolvido pelo Instituto Sicoob, contou com palestras do educador, Tião Rocha, o fundador do Instituto Gerando Falcões, Eduardo Lyra, do educador Cláudio Thebas e o mestre em Comunicação, Nailor Marques Jr., entre outros, para discutir sobre inovação e transformação da educação com professores, coordenadores pedagógicos e representantes de secretárias municipais.

Em quatro anos consecutivos, esta é a primeira vez em que o evento é realizado, de forma sistemática em três estados: Pará, Paraná e Rio de Janeiro. “Este é um momento de grande emoção para o Instituto Sicoob. Começamos com cinco escolas somente e hoje, atendemos mais de 200 escolas e 29 mil alunos que são contemplados com o programa Cooperjovem”, enfatiza a gestora do Instituto Sicoob, Emanuelle Moraes.

Para o Presidente do Instituto Sicoob, George Hiraiwa, o papel da instituição é de valorizar e impulsionar o professor que atua diretamente no desenvolvimento das comunidades em que estão inseridos. “Logo na primeira edição do Encontro Cooperjovem no Paraná, percebemos que deveríamos continuar e expandir trazendo ainda mais professores para participarem desse momento de reflexão e construção”, explica Hiraiwa.

Tendo a certeza que a educação é algo que só existe no plural, o educador, Tião Rocha destaca a importância do evento em proporcionar aos professores a oportunidade de resgatar o seu papel de transformador. “O grande papel do educador é ser convocador e fazer com que as pessoas tenham um olhar diferenciado. Essa oportunidade de trazer tantos professores para pensar e discutir sobre o seu papel estratégico dentro da sociedade é de fato maravilhosa e única”, ressalta Rocha.

No Paraná, o Encontro Cooperjovem reuniu cerca de 500 professores de todo o Estado e foi palco para a apresentação e premiação do Prêmio PEC - Projeto Educacional Cooperativo, que integra o Programa. Já no Pará, onde o cooperativismo vem transformando a percepção educacional da rede pública de ensino do estado, a programação reuniu mais de 170 professores das escolas públicas do município de Santa Izabel e Castanhal, com apresentações artísticas do grupo Trupeço e palestra com o Secretário Municipal de Educação de Castanhal, professor Adriano Salles, que falou sobre o tema "Novos olhares para a prática pedagógica".

No Rio de Janeiro, o evento, em sua primeira edição, contou com a participação de 130 professores dos municípios de Mendes, Maricá, Vassouras, Bom Jesus do Itabapoana e Campos dos Goytacazes, que se reuniram interessados em compartilhar os projetos desenvolvidos nas escolas. Ambos os eventos, foram tomados pela harmonia de ideias que estimulasse a vivencia de valores como cooperação, trabalho em parceria, criação coletiva e troca de ideais.



VOLTAR