Educação Cooperativista

O cooperativismo é um movimento socioeconômico capaz de unir o desenvolvimento econômico ao bem-estar social. As cooperativas baseiam-se em valores de ajuda mútua, responsabilidade, democracia, igualdade, equidade e solidariedade.

No Brasil existem mais de 8.000 cooperativas com 10 milhões de associados, abrangendo os 13 ramos do Cooperativismo: agropecuário, consumo, crédito, educacional, habitacional, transporte, mineral, trabalho, turismo e lazer, produção, saúde, especiais e infraestrutura, podendo ser energia, telecomunicação e serviços.

O Eixo Educação Cooperativista desenvolve programas e projetos que visam a difusão da cultura cooperativista, disseminando os princípios de democracia, solidariedade e autonomia e desenvolvendo o espirito de cooperação entre os diversos públicos envolvidos.

Programa Cooperjovem


O Cooperjovem é um programa criado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP) com objetivo de disseminar a cultura da cooperação, baseada nos princípios e valores do cooperativismo, por meio de atividades educativas. Possui resolução nacional e está disponível para todas as cooperativas vinculadas a esta organização.

O Instituto Sicoob desenvolve este programa desde 2013, tendo como público alvo professores do ensino fundamental de escolas públicas e privadas.

Capacita os professores para que de forma interdisciplinar e transdisciplinar consigam aprimorar a prática educativa junto com seus alunos e comunidades escolares, se apropriando da cultura da cooperação como uma ferramenta propulsora de mudança e transformação social.

Reforça desta forma o 5º e o 7º princípios do Cooperativismo adotados em todo o mundo, respectivamente: Educação, Formação e Informação e o Interesse pela Comunidade.

Programa Cooperativa Mirim


O Programa Cooperativa Mirim fomenta a formação de cooperativas nas escolas e instituições que atendam crianças e adolescentes. A Cooperativa Mirim é uma associação de alunos que, sob a orientação de um Professor Orientador, se unem voluntariamente visando satisfazer aspirações e necessidades econômicas, sociais e culturais comuns, por meio da vivência e prática do cooperativismo.

Essas cooperativas fundadas são dirigidas e coordenadas pelos próprios alunos da instituição social ou instituição de ensino regular – públicas ou particulares – e tem por finalidade o desenvolvimento de competências, hábitos e atitudes por meio de uma prática pedagógica disseminando os princípios do cooperativismo, harmonizando-os aos interesses com a comunidade, na produção de bens ou prestação de serviços, obtendo, por fim, responsabilidades sociais, morais e econômicas dentro e fora do ambiente escolar, com distribuição dos resultados proporcionais entre os membros participantes.

Nas Cooperativas Mirins os alunos produzem trabalhos artesanais, como caixas decoradas, pintura em tela, panos de prato pintados à mão, objetos de decoração com recicláveis, e doces como brigadeiros, bolos e biscoitos. O desenvolvimento dos produtos acontece sob a orientação do professor orientador e demais profissionais da escola capacitados pelo Instituto Sicoob.

É importante ressaltar que a finalidade está na prática pedagógica, na vivência do cooperativismo, de seus valores, e na formação de futuras lideranças cooperativistas e empreendedoras.

Concurso Cultural


Com a finalidade de abordar o tema Cooperativismo junto aos alunos do 3º e 5º ano do Ensino Fundamental I de escolas públicas e privadas, o Concurso Cultural Cooperativista fortalece a cultura da cooperação ao promover o debate em salas de aula e incentivar a produção de desenhos e redações sobre o tema.

Os trabalhos são avaliados por uma comissão julgadora e as três melhores produções de cada categoria são premiadas nas etapas: local, regional e nacional.

Palestras de Educação Cooperativista


As Palestras de Educação Cooperativista são ministradas pelos voluntários capacitados pelo Instituto Sicoob nos temas: história mundial e local, os 13 ramos, cultura e valores do cooperativismo. Acontecem em escolas, faculdades, instituições assistenciais, associações de bairro, nas próprias Cooperativas, ou em qualquer outra instituição local que solicitar a palestra.